IBGE PREVÊ SAFRA 6,2% MENOR QUE A DE 2017


Grande parte da queda deve-se ao milho.


A oitava estimativa de 2018 para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas totalizou 225,8 milhões de toneladas, 6,2% inferior à obtida em 2017 (240,6 milhões de toneladas), com redução de 14,8 milhões de toneladas. A área a ser colhida foi estimada em 61,0 milhões de hectares, com queda de 159,8 mil hectares. Estimativa de agosto para 2018 225,8 milhões de toneladas Variação safra 2018 / safra 2017 -6,2% (-14,8 milhões de toneladas) Variação agosto 2018 / julho 2018 -0,4% (-1,0 milhão de toneladas) O arroz, o milho e a soja representaram 92,8% da estimativa da produção e responderam por 87,0% da área a ser colhida. Em relação ao ano anterior, houve acréscimo de 2,6% na área da soja e reduções de 8,0% na área do milho e de 5,8% na área de arroz. Quanto à produção, ocorreram decréscimos de 18,6% para o milho, de 5,3% para o arroz e acréscimo de 1,6% para a soja. Em relação a julho, a produção caiu 0,4% (-1,0 milhão de toneladas). Grande parte desta queda deve-se ao milho segunda safra, que teve a estimativa reduzida em 1,8 milhão de toneladas (-3,2%). Entre as unidades da federação, o Mato Grosso lidera como maior produtor nacional de grãos, com uma participação de 26,6%, seguido pelo Paraná (15,8%) e Rio Grande do Sul (14,8%), que, somados, representaram 57,2% do total nacional.


Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor.
Para postar é preciso está logado.

A facada contra Bolsonaro mudará o curso da política no Brasil?
Sim
Não


Classificados